Home / Fatos de Carnaval / Casa do Carnaval: explicamos-lhe como começou esta tradição
Casa do Carnaval: explicamos-lhe como começou esta tradição

Casa do Carnaval: explicamos-lhe como começou esta tradição

A casa do carnaval é uma loja online onde pode encontrar tudo aquilo que necessita para se divertir ao máximo nesta época do ano.

Contudo, a verdade é que a grande maioria das pessoas não faz a mínima ideia de onde e quando começou a tradição carnavalesca.

Hoje iremos explicar-lhe tudo aquilo que precisa saber sobre esta festa, que ao longo dos últimos séculos tem divertido milhares de pessoas por todo o mundo.

Casa do Carnaval – Sabe como começou a tradição carnavalesca?

O Carnaval é cada vez mais uma festa popular que surgiu mais ou menos no ano 520 a.C na Grécia.

Nesta altura tratava-se de uma festa em que o vinho era fundamental e as pessoas reuniam-se em nome do deus Dionísio com a única intenção de se divertirem, celebrar a chegada da primavera e a fertilidade.

A verdade é que esta festa era completamente diferente antigamente. Contudo, nos dias que correm esta é a última festa que antecede a quaresma.

Mas como é que começou a tradição dos disfarces de Carnaval? Pois bem, de forma resumida, no século XIII, os nobres franceses começaram a promover grandes festas onde era obrigatório o uso de máscaras e roupas luxuosas – os bailes – e provavelmente foi assim que surgiram as primeiras festas de fantasia.

Essas festas logo ficaram populares entre as altas classes em toda Europa e espalharam se por todo o mundo, sendo comuns atualmente (pode aproveitar para comprar todos os seus disfarces na Casa do Carnaval, e aproveitar os preços fantásticos que temos para si).

Porque é que o carnaval não ocorre sempre no mesmo dia?

Esta é uma das questões mais realizadas e que a maior parte das pessoas desconhece a resposta.

Tenha em mente que o nome Carnaval vem de “Carne Vale”, ou seja, era uma celebração que tinha como objetivo principal extravasar e fazer tudo que durante a quaresma era proibido.

Em 1545, depois do concílio de Trento, mudou-se o calendário de Juliano para Gregoriano e o Carnaval passou a ser uma data oficial para os cristãos.

Essa data oficial foi estipulada para que não houvesse coincidência com o dia da Páscoa (católica ou judaica).

Desta forma o cálculo começa com o equinócio de primavera, no hemisfério norte, e a partir do mesmo existe a necessidade de saber em que dia será a primeira lua cheia, pois a páscoa é comemorada exatamente no domingo depois dessa lua.

Assim sendo, sabe-se que a terça-feira de carnaval é aquela que antecede a Páscoa em 47 dias.

Porque deve continuar esta tradição?

Pois bem, embora a tradição carnavalesca exista há milhares e milhares de anos, a verdade é que a mesma tem sido ajustada ao longo dos anos.

Hoje em dia podemos comprar fatos de carnaval online (por exemplo na loja do Carnaval) e aproveitar para nos divertirmos com as crianças e com os amigos em vários pontos do mundo.

Temos a certeza que se está a ler este artigo é porque é uma das milhares de pessoas que todos os anos aproveita as festas de carnaval para se divertir, por isso, a equipa da Casa do Carnaval deseja-lhe desde já uma excelente festa.

Sobre Filipa Cardoso

Verifique também

Disfarces de escoceses – Porque este também pode ser um bom tema para o carnaval

Disfarces de escoceses – Porque este também pode ser um bom tema para o carnaval

Existem cada vez mais trajes carnavalescos bastante diversificados. Mas, como é óbvio, a maior parte …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ao continuar a utilizar o site, você concorda com o uso de cookies. Mais informação

As configurações de cookies neste site são definidas para "permitir cookies" para lhe proporcionar a melhor experiência de navegação possível. Se você continuar usando este site sem alterar suas configurações de cookie ou clicar em "Aceitar" abaixo, você está concordando com isso.

Fechar